Câmbio 19/02/2019 R$ 3,70

PRINCIPAIS VISTOS PARA BRASILEIROS

 

Dicas Para uma Viagem Tranquila

 
Vistos para América do norte

Destino [ Exige visto? ]

Canadá [ Sim ]

Estados Unidos [ Sim ]

México [ Não ]


Vistos para o Canadá

Agende por telefone uma data no Consulado Geral do Canadá em São Paulo (Av. das Nações Unidas, 12901, 11/5509-4343). Uma taxa é cobrada em quase todos os pedidos. Ela deve ser paga antes da solicitação - e não será devolvida em caso de visto negado. Para permissões de visitante com uma única entrada, o valor é de CAD$ 75 (R$ 125) e, para múltiplas entradas, CAD$ 150 (R$ 250). Acesse a página do Consulado Canadense para mais informações.


Visto para os Estados Unidos

O processo para tirar o visto para os Estados Unidos é burocrático. Depois de consolidado, vale por dez anos. Leia mais sobre como tirar o visto para os Estados Unidos.


Visto para o México

A exigência de visto para brasileiros caiu em novembro de 2010, mas isso não significou o fim dos entraves burocráticos. Agora, o requisito para nossa entrada no país é a apresentação de uma autorização eletrônica chamada SAE, que deve ser exibida, depois de aprovada, no check-in.


Visto para a Europa

Destino [ Exige visto? ]

União Europeia* [ Não ]

Croácia [ Não ]

Islândia [ Não ]

Noruega [ Não ]

Suíça [ Não ]

Rússia [ Não ]

Atualmente, os 27 países membros da União Europeia não exigem visto de brasileiros e, carimbando o passaporte em qualquer um deles na entrada, você pode circular pelos demais por até 90 dias (renováveis por mais 90).

Também não é preciso de visto para viajar do Brasil para os seguintes países membros da UE: Croácia, Islândia, Noruega, Suíça e Rússia - a exigência de visto de brasileiros para a entrada na Rússia caiu em 2010.

Anote aí: O passaporte é o único documento de identificação pessoal válido na Europa.

*Países membros da União Europeia: Alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, Chipre, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grã-Bretanha, Grécia, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Polônia, Portugal, República Tcheca, Romênia e Suécia.

 


Visto para a Ásia

Destino [ Exige visto? ]

Camboja [ Sim ]

China [ Sim ]*

Índia [ Sim ]

Indonésia [ Sim ]

Japão [ Sim ]

Tailândia [ Não ]

*Na China, as cidades Hong Kong e Macau são exceções, pois não exigem visto.


Visto para o Camboja

Nos aeroportos e fronteiras do Camboja, há guichês de emissão de vistos imediatos (visa on arrival). É necessário pagar. O país não tem embaixada ou consulado no Brasil.


Visto para a Índia

Para solicitar o visto indiano, você precisa tomar a vacina contra febre amarela e apresentar o certificado internacional de vacinação para comprová-la. AEmbaixada em Brasília (SHIS, QL 8, conjunto 8, casa 1, Lago Sul, 61/3242-4006) e o Consulado em São Paulosão encarregados da emissão dos vistos. É necessário pagar e o valor depende da validade requerida (desde R$ 145).


Visto para a Indonésia

Você consegue tirar o visto na chegada, nos aeroportos da Indonésia, que emitem a permissão na hora. É necessário apresentar o certificado internacional de vacinação contra a febre amarela. As passagens aéreas (ida e volta) também serão solicitadas. Outra opção é requerer o visto ainda no Brasil, na Embaixada da Indonésia em Brasília (SES, Av. das Nações, quadra 805, lote 20, 61/3443-1788). O visto indonésio é pago.Consulte os preços online.


Visto para o Japão

É possível tirar o visto para o Japão na Embaixada em Brasília (SES, Av. das Nações, quadra 811, lote 39, 61/3442-4200) ou nos demais consulados espalhados pelo país: São Paulo, Recife, Curitiba, Porto Alegre, Rio de JaneiroBelém Manaus. Leve o formulário de solicitação de visto (para download) preenchido, passagens de ida e volta, o cronograma da viagem (também para download) e um comprovante de renda dos três últimos meses. É necessário pagar. Mais informações na página da Embaixada do Japão.


Visto para a Tailândia

Brasileiros não precisam de visto para fazer turismo pela Tailândia, mas é necessário tomar a vacina contra febre amarela e apresentar o comprovante. Você pode transitar pelo país por até 90 dias.

Anote aí: De maneira geral, o passaporte de quem viaja para países asiáticos precisa ter validade de pelo menos seis meses.

Para a emissão dos vistos é necessário levar duas fotos 3x4. Apenas no caso do Camboja, o tamanho é diferente: 4x6.


Visto para países do Caribe

Destino [ Exige visto? ]

Antígua [ Não ]

Aruba [ Não ]

Barbados (Bridgetown) [ Não ]

Cancún (México) [ Não ]

Curaçao [ Não ]

Havana (Cuba) [ Sim ]

Los Roques (Venezuela) [ Não ]

Nassau (Bahamas) [ Não ]

San Andrés (Colômbia) [ Não ]

Santo Domingo (República Dominicana) [ Não ]

St. Barths [ Não ]

St. Lucia [ Não ]

St. Maarten/St. Martin [ Não ]

St. Thomas (Ilhas Virgens Americanas) [ Sim ]

Tortola (Ilhas Virgens Britânicas) [ Não ]

Anote aí: O passaporte é o seu documento de identidade no Caribe.

Se o voo for de uma companhia aérea americana, como a America Airlines, você terá de fazer conexão nos Estados Unidos e precisará de visto desse país.


Visto para a Cuba

O visto pode ser requerido no Consulado Cubano ou nas agências de viagem credenciadas. O cartão turístico cobre 30 dias - prorrogáveis por mais 30. O serviço custa R$ 45 se solicitado pessoalmente ou R$ 105 se o pedido for feito por terceiros. Além do passaporte, é necessário apresentar uma xerox da reserva de passagem e preencher um formulário.


Visto para a Oceânia

Destino [ Exige visto? ]

Austrália [ Sim ]

Nova Zelândia [ Sim ]


Visto para a Austrália

Brasileiros precisam de visto para a Austrália até para fazer conexão de voos. Para conseguir o visto de turista (subclass 676), além do passaporte com validade suficiente para o período de permanência, do formulário fornecido pelo consulado e do pagamento da taxa (AUD 105, pagos em real), também é necessária uma lista de documentos. A taxa e os documentos não são devolvidos se o visto for negado. Para entrar na Austrália, também é necessário apresentar o certificado internacional de vacinação contra a febre amarela. Mais detalhes estão disponíveis no site da Embaixada Australiana.


Visto para a Nova Zelândia

Não é necessário tirar visto para Nova Zelândia com antecedência para uma permanência de até três meses, seja para estudos ou turismo. Chegando ao país, basta apresentar, se solicitada, a passagem de volta para o Brasil (ou qualquer outro destino para o qual o viajante tenha visto) e provar ter condições financeiras para arcar com os custos no período desejado - mais ou menos NZD 1.000 por mês, por pessoa, em dinheiro, traveller checks ou limite de cartão de crédito. É necessário também demonstrar que possui reserva de hotel ou um endereço de hospedagem. Acesse o site da Embaixada da Nova Zelândia para mais informações, acho legal linkar a parte em azul, e não colocar entre parênteses.

Anote aí: Tenha todos esses documentos à mão para evitar dores de cabeça na hora da imigração.


Visto para a América do Sul

O único país que exige visto na América do Sul é a Guiana Francesa. Os países do Mercosul (Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai), mais a Colômbia e o Peru, podem ser visitados apenas com a carteira de identidade, de preferência, com uma foto tirada há menos de dez anos. Só o passaporte é obrigatório para ingressar em todos os outros países do continente e é bom que tenha seis meses de validade.


Visto para a Guiana Francesa

O visto para a Guiana Francesa deve ser obtido em um dos Consulados Franceses no Brasil (Recife, Rio de Janeiro e São Paulo) ou na Embaixada em Brasília. É preciso agendar horário. Acesse o site da Seção Consular da França em Brasília para mais informações.

Anote aí: Em alguns países, o certificado internacional de vacinação contra a febre amarela é obrigatório. São eles: Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Guiana Francesa, Paraguai, Peru, Suriname e Venezuela.


Visto para a África

Destino [ Exige visto? ]

África do Sul [ Não ]

Quênia [ Sim ]

Tanzânia [ Sim ]

O Quênia e a Tanzânia exigem visto, que é emitido na entrada ao país (no modelo visa on arrival). O valor para ambos os países é de US$ 50. É necessário ter o certificado internacional de vacinação contra febre amarela. A África do Sul, apesar de não exigir visto, pede o certificado de vacinação contra a febre amarela.